Bombeiros Voluntários foi tema da 4ª Sessão Especial

Bombeiros e Corsan foram ouvidos nesta segunda-feira
Bombeiros Voluntários foi tema da 4ª Sessão Especial

Greika, Belmor, Zé Betinardi, Olderes, Adelano, Fedrigo

Através do Requerimento nº 5/2017, dos Vereadores Nereu, Sérgio, Olderes, Fedrigo e Zé Betinardi, e aprovado por unanimidade, foram convidados representantes dos Bombeiros Voluntários, Corsan e Poder Executivo para discutir a situação dos Bombeiros Voluntários e as principais dificuldades encontradas no desenvolvimento do trabalho.

A Sessão Especial foi realizada após a 31ª Sessão Ordinária, na segunda-feira, 14 de agosto e não contou com nenhum representante do Executivo.

Com o ideal de ajuda ao próximo, os Bombeiros Voluntários de Serafina Corrêa iniciaram suas atividades em 2005, recrutando uma série de homens e mulheres para atuar em urgências e emergências.

Adelano Tibolla Presidente dos Bombeiros relatou sua preocupação com a manutenção das atividades no município pela fata de apoio e condições de trabalho da Corporação.

Segundo o Presidente, a entidade nunca recebeu o atendimento e apoio que os bombeiros e a sociedade merece e precisa. “De 2016 até hoje, a corporação não recebeu nenhum centavo, o que inviabiliza as atividades”, pois segundo Adelano, quem lá está, exerce suas atividades de forma voluntária e muitas vezes retirando dinheiro do próprio bolso.

O Secretário Belmor Spezia relatou todo percurso do grupamento desde o início das atividades no Hospital Nossa Senhora do Rosário, onde não existia o SAMU, e depois a ida a um local cedido de forma gratuita pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais, onde permanecem até hoje.

Uma das principais reivindicações da Corporação é a busca por uma sede própria, pois atualmente encontram-se sem banheiro, onde tem mofo, infiltrações, sem um local adequado para armazenar o material, roupas de combate a incêndios vencidas ou muito desgastadas, ambulância e caminhão de bombeiros estão ao tempo, sem uma garagem adequada para serem guardados, enfim, falta de condições de trabalho além dos recursos necessários para a manutenção das atividades, como o pagamento de água, luz e combustível.

A Gerente da Corsan Greika Hoffmann foi questionada sobre o não funcionamento dos hidrantes no último incêndio, sendo que a mesma informou sobre a falta de pessoal, e que devido a isto a manutenção permanente não está sendo feita da foma ideal. Contudo, a mesma comentou sobre as reuniões que vem acontecendo com o Sr. Claucir Ferronatto, membro dos Bombeiros, e que estão sendo mapeados os hidrantes com problema e estão buscando a solução dos problemas junto a Corsan.

Os Vereadores puderam realizar os seus questionamentos e na próxima semana deverão apreciar o Projeto de Lei nº 74/2017 que celebra o Termo de Fomento com a entidade, e desta forma repassará recursos para a Corporação até o final do ano.

Quem quiser assistir a Sessão na íntegra poderá acessar a página da Câmara de Vereadores no Facebook.

 

registrado em: ,
error while rendering plone.comments